1. Diseño y Comunicación >
  2. Publicaciones DC >
  3. Actas de Diseño Nº17 >
  4. Relato de uma experiência da aproximação entre o curso Tecnológico de Design Gráfico do Centro Universitário de Belo Horizonte - UNIBH e o Mercado

Relato de uma experiência da aproximação entre o curso Tecnológico de Design Gráfico do Centro Universitário de Belo Horizonte - UNIBH e o Mercado

Queiroz Costa, Rodrigo Antônio

Actas de Diseño Nº17

Actas de Diseño Nº17

ISSN: 1850-2032

IX Encuentro Latinoamericano de Diseño “Diseño en Palermo” V Congreso Latinoamericano de Enseñanza del Diseño Comunicaciones Académicas

Año IX, Vol. 17, Julio 2014, Buenos Aires, Argentina | 256 páginas

descargar PDF ver índice de la publicación

Ver todos los libros de la publicación

compartir en Facebook


Licencia Creative Commons Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional

1. Introdução

O curso superior de Tecnologia em Design Gráfico do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) tem como objetivo a formação de um profissional capaz de lidar com a pluralidade teórico-técnica pertinente a esta disciplina formando agentes atuantes na sociedade. O profissional que a faculdade pretende formar deve ser capaz de dominar as linguagens e técnicas do design e desenvolver habilidades para o gerenciamento das mesmas. O egresso deve também ser capacitado para uma participação cidadã e relevante na sociedade o qual está inserido o que o prepararia para o exercício pleno de suas funções no mercado de trabalho. Este artigo tem como objetivo apresentar uma estratégia de apropriação de uma realidade urbana como fomento ao estimulo de trabalho de avaliação intermediária nas matérias de Teoria da Cor, Layout e Mercado Comercial e Editorial como forma de aproximação do egresso a prática da cidadania por meio de sua profissão. Esta estratégia tem ainda como objetivo secundário fazer conhecer, por outros agentes da sociedade (como governo, empresas e população) a relevância do design gráfico na atualidade como agente de modificação cultural.

2. Desenvolvimento

A primeira parte do projeto consistia em identificar algum acontecimento de relevância social em que o design poderia ser fator efetivo de mobilização, informação ou conscientização. Além disso, o evento deveria ter uma abrangência tal que permitisse as abordagens específicas para a produção de projetos de design pertinentes aos conteúdos exigidos nas matérias de Teoria da Cor, Layout e Mercado Comercial e Editorial.

Para tal o evento escolhido como inspiração foi uma ação educativa da Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte (SLU) em que a Praça Sete de Setembro (a mais central da capital de Minas Gerais) deixou de ser varrida regularmente por 3 dias. Nesta ação, houve a instalação de um “Lixômetro”, uma caixa transparente feita de policarbonato, de 16 metros cúbicos e 2 metros de altura, no canteiro central da Avenida Afonso Pena.

O equipamento recebeu todo o lixo recolhido na varrição e das lixeiras da praça, com o objetivo de mostrar para a população a quantidade de lixo gerada no coração de Belo Horizonte. Destacando o tamanho do problema que representa o lixo jogado nas ruas e a importância de todos colaborarem com limpeza da cidade.

O tema foi proposto e aceito pelos alunos das matérias citadas e, em seguida foram elaborados os critérios de criação dos trabalhos que foram expostos no evento “Uni+ Comunicação” que ocorreu de 8 a 10 de novembro de 2011. As orientações e critérios para cada disciplina foram elaborados conforme descritos abaixo:

• Teoria da Cor - Parte 1: Resenha do ”Capítulo Amarelo: tesouros do arco da velha” do livro A Cor como Informação. (Guimarães, 2000 ).

Composto de capa com título do trabalho e nome do aluno e de no mínimo 1, máximo 3 páginas composta em A4, fonte Times New Roman, corpo 11 e entrelinha 1,5. Critérios: Resumo: 3 pontos, Formatação: 2 pontos, Conclusão: 5 pontos. Total da Parte 1: 10 pontos. Entrega Impresso A4.

- Parte 2: Criar um cartaz A3 de conscientização e estímulo limpeza urbana para o cidadão de Belo Horizonte.

O cartaz deverá usar somente duas cores (o preto pode ser usado como uma terceira cor caso seja necessário). No caso de meios tons (retículas) estas devem ser visíveis. Seguir o layout anexo como forma de apresentação do cartaz. Entregar o cartaz com a defesa impresso em A3 conforme o modelo e o arquivo da imagem em CD.

Critérios: Cartaz Impresso: 8 pontos, Defesa: 5 pontos, CD: 2 pontos. Total da Parte 2: 10 pontos. Entrega impresso A3 e CD. Total Geral: 25 pontos.

• Disciplina de Layout - Parte 1: Resenha do ”A Síntese do Estilo Visual” do livro Sintaxe da Linguagem Visual (Dondis, 1997).

Composto de capa com título do trabalho e nome do(s) aluno(s) e de no mínimo 1, máximo 3 páginas composta em A4, fonte Times New Roman, corpo 11 e entrelinha 1,5. Critérios: Resumo: 3 pontos, Formatação: 2 pontos, Conclusão: 5 pontos. Total da Parte 1: 10 pontos. Entrega impresso A4

- Parte 2: Criar um infográfico A3 sobreo ciclo do lixo na limpeza urbana. O Infográfico deverá conter algum elemento que tenha como base o estilo Primitivismo. Seguir o layout anexo como forma de apresentação do Infográfico. Entregar o infográfico com a defesa impresso em A3 conforme o modelo e o arquivo da imagem em CD. Critérios: Cartaz Impresso: 8 pontos, Defesa: 5 pontos, CD: 2 pontos. Total da Parte 2: 10 pontos. Entrega impresso A3 e CD. Total Geral: 25 pontos.

• Mercado Comercial e Editorial - Parte 1: Resenha do ”Capítulo 9 - O processo criativo” do livro Como ser um Designer Gráfico Sem Vender Sua Alma (Shaughnessy, 2010). Composto de capa com título do trabalho e nome do aluno e de no mínimo 1, máximo 3 páginas composta em A4, fonte Times New Roman, corpo 11 e entrelinha 1,5. Critérios: Resumo: 3 pontos, Formatação: 2 pontos, Conclusão: 5 pontos. Total da Parte 1: 10 pontos. Entrega impresso A4.

- Parte 2: Criar um cartaz A3 relacionando os 3R,s (reduzir, reutilizar e reciclar) à realidade urbana de Belo Horizonte. Seguir o layout anexo como forma de apresentação do cartaz. Entregar o cartaz com a defesa impresso em A3 conforme o modelo e o arquivo da imagem em CD.

Critérios: Cartaz Impresso: 8 pontos, Defesa: 5 pontos, CD: 2 pontos. Total da Parte 2: 10 pontos. Entrega impresso A3 e CD. Total Geral: 25 pontos.

Uma vez que foram definidos os trabalhos e critérios de avaliação estabelecemos contato com a SLU para divulgação da execução do trabalho. Neste caso, além da exposição pública dos trabalhos que divulgariam a questão de cidadania da limpeza urbana, foi conseguida, com a assessoria de imprensa da Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte, a cobertura do evento. A reportagem saiu no Diário Oficial Municipal de Belo Horizonte em 22 de novembro de 2011. Desta forma o trabalho abordava alguns aspectos muito pertinentes na formação do egresso. Sua proximidade com a realidade urbana e participação do docente na formulação do trabalho e aprovação do tema proposto conferiu uma maior apropriação do trabalho pelo aluno e garantiu um melhor envolvimento no projeto. O tema, por ser de relevância social e ter visibilidade aproximou o aluno da realidade de mercado no tocante à aplicação das técnicas de design e linguagens visuais.

3. Conclusão

A aproximação do tema do trabalho de avaliação intermediária nas disciplinas de Teoria da Cor, Layout e Mercado Comercial e Editorial, do curso Tecnológico de Design Gráfico do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) com a realidade social da cidade, por meio do tema Limpeza Urbana contribuiu para um melhor resultado qualitativo na concepção e execução do projeto, assim como a conscientização com o papel como aluno de design perante a sociedade.

A exposição dos trabalhos dos docentes em evento próprio do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) obteve cobertura jornalística da Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte - SLU, o que garantiu a proximidade e exposição da relação entre a academia, o mercado e sociedade.

O envolvimento destes fatores como tema e divulgação dos trabalhos garantiu uma maior visibilidade do que é feito pelos alunos de design e, espera-se, uma maior sensibilização da sociedade sobre o objeto de trabalho do designer gráfico.

Referências

Braga, M. da C. (2011) (org.). O papel social do design gráfico. História, conceitos & atuação profissional. São Paulo: Senac.

Design Gráfico, Curso Tecnológico, Apresentação. Disponível em: http://unibh.br/site/cursos/graduacao/design_grafico. Acesso em: 30 mar.2012.

Dondis, D. A. (1997) Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 2.ed. p. 236.

Frascara, J. (2008) Diseño gráfico para la gente. Buenos Aires: Ediciones Infinito.

Guimarães, L. (2000) A cor como informação: a construção biofísica, linguística e cultural da simbologia das cores. São Paulo: Anna- Blume, p. 160.

Moraes, D. de (2010). Metaprojeto: o design do design. São Paulo: Blucher.

Shaughnessy, A. (2010) Como ser um designer gráfico sem vender sua alma. São Paulo: Editora Senac, p. 204.

Abstract:

This article aims to show an experience of students in an approximation of the graphic design course with the reality of the market by a public utility project, as well as exposure of the object of work of these future designers to the society.

Key words:

Market - Graphic Design - Education - Technology - Experience.

Resumo:

Este artigo tem o objetivo de mostrar uma experiência de aproximação de alunos do curso de design gráfico com a realidade de mercado por meio de um projeto de utilidade pública. Além da exposição do objeto de trabalho destes futuros designers para a sociedade.

Palavras chave:

Mercado - Design Gráfico - Ensino - Tecnologia - Experiência.

(*) Rodrigo Antônio Queiroz Costa.

Especialista em Artes Visuais, Cultura e Criação(Senac). Desenhista Industrial pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Professor da Faculdade Tecnológica INAP, do Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH), professor assistente do Centro Universitário UNA - pós-graduação em Projetos Editoriais Impressos e Multimídia.

(**) El presente escrito fue presentado como conferencia dentro del Tercer Congreso Latinoamericano de Enseñanza del Diseño (2012). Facultad de Diseño y Comunicación, Universidad de Palermo, Buenos Aires, Argentina.


Relato de uma experiência da aproximação entre o curso Tecnológico de Design Gráfico do Centro Universitário de Belo Horizonte - UNIBH e o Mercado fue publicado de la página 216 a página218 en Actas de Diseño Nº17

ver detalle e índice del libro